Neste artigo, você verá tudo o que precisa saber sobre a energia solar residencial e aprenderá as vantagens de se ter uma usina solar na sua casa!

Saiba como produzir sua própria energia elétrica, se livrando de uma vez por todas das incômodas bandeiras tarifárias e suas constantes variações!

Acompanhe o nosso texto até o final e fique por dentro das tecnologias que nos permitem aproveitar a energia do sol no nosso dia a dia!

Boa leitura!

O que é energia solar residencial?

A energia solar residencial diz respeito às técnicas que nos permitem aproveitar a luz dos raios solares, que chegam diariamente em nosso planeta, para produzir eletricidade.

Atualmente, dispomos de várias tecnologias que nos oferecem diferentes opções para fazer a captação e transformação dessa fonte.

Dentre elas, podemos destacar a energia fotovoltaica. Esse recurso permite transformar a luz do sol diretamente em energia elétrica através do uso dos painéis solares.

Essa tecnologia inovadora vem crescendo cada vez mais por ser considerada uma fonte de energia limpa e permitir que o consumidor alcance sua autonomia energética!

Pode ser utilizada em residências, comércios ou indústrias, sendo a principal diferença entre elas o volume de potência produzida.

Quanto maior a propriedade, mais energia será consumida e maior será a demanda da usina solar.

Residências costumam utilizar menos placas solares em suas usinas fotovoltaicas. Já indústrias, por exemplo, necessitam de grandes usinas para manter seu funcionamento.

Adquirir esse sistema inovador é fácil! Entretanto, pouco se sabe sobre a energia fotovoltaica. Dessa forma, conhecer suas particularidades ajuda bastante no momento de avaliar as opções disponíveis para cada propriedade.

Como funciona a energia solar residencial?

Para sua residência, você precisará de um sistema fotovoltaico composto basicamente de:

  • Módulos (placas) solares;
  • Inversor solar;
  • Cabos e seus respectivos conectores;
  • Elementos de fixação.

As placas, ou módulos solares, são constituídas de uma associação de vários elementos menores, chamados de células solares ou fotovoltaicas.

Células solares

Essas células são pequenos elementos compostos de um material semicondutor, que na maioria dos casos será o silício (SI).

Após serem expostas a luz do sol, as células fotovoltaicas conseguem absorver essa energia e transformá-la em eletricidade através de um fenômeno conhecido como efeito fotovoltaico.

Como a energia produzida nas placas chega na sua residência

Fios de transmissão levam a corrente elétrica produzida nas placas para um aparelho chamado de inversor. Neste, a energia de corrente contínua, que sai das placas, é transformada em energia de corrente elétrica alternada.

A corrente alternada é aquela que utilizamos nos sistemas e aparelhos elétricos das nossas casas.

Após essa última transformação, a eletricidade segue para o quadro de distribuição e já pode ser consumida pelo circuito doméstico.

Caso tenha interesse em saber mais sobre como funciona a energia solar, leia também nosso outro artigo sobre o assunto!

Tipos de energia solar fotovoltaica residencial

Sistema residencial off-grid

Nesse sistema, o proprietário da usina fotovoltaica opta por usar baterias para armazenar a energia que produz.

Armazenar a energia produzida durante o dia garante que não falte durante a noite ou em momentos que a produção é mais baixa, devido à pouca incidência dos raios solares.

Quem faz uso de baterias não paga conta de luz e pode ter acesso a eletricidade mesmo em locais que não tem disponibilidade de energia da rede pública de distribuição.

Sistema residencial on-grid (conectado à rede)

Nesse outro sistema, conectamos a nossa usina com a rede elétrica da concessionária local.

Rede publica de transmissão

Com isso, mesmo que o usuário da tecnologia fotovoltaica não compre as baterias, ele pode ter acesso à energia a qualquer momento, pois também a consome pela distribuidora.

É importante falar que todo o excedente de energia produzida durante o dia é acumulado em forma de créditos energéticos, que obedece um sistema de compensação para o usuário da usina solar.

Graças a esse sistema, o usuario da energia solar residencial consegue abater o consumo da distribuidora.

Sistema de créditos e compensação

Caso o usuário das placas solares produza mais energia do que consome durante o mês, esse excesso vai ser contabilizado pela companhia elétrica local na forma de créditos energéticos.

Esses créditos podem ser utilizados em até 60 meses e ajudam as casas a operarem em períodos que a produção de sua usina seja menor.

Todo usuário de energia solar que participa desse sistema de créditos e compensações é chamado de consumidor cativo, uma vez que também consome a energia da companhia elétrica local.

Sistema residencial hibrido

Sistemas híbridos são aqueles em que o usuário liga a usina na rede local, mas também armazena uma parte da sua energia em baterias.

Energia solar residencial e a taxa mínima de luz

Agora que entendemos os tipos de energia solar residencial existentes, vale lembrar que o sistema on-grid e o sistema híbrido estão sujeitos ao pagamento de uma taxa mínima de luz em suas contas de energia.

Por mais que o consumidor produza energia suficiente para abastecer toda a sua residência, uma vez que seu sistema se encontra conectado à rede elétrica local, a taxa mínima será cobrada.

Esse valor é referente ao uso da rede de transmissão, acrescido dos tributos públicos.

Ele impede que a conta de quem usa o sistema da Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia), por exemplo, não seja reduzida em 100%.

Como é feita a manutenção da usina solar residencial?

Caso adquira o sistema, saiba que a manutenção é feita de forma simples!

Uma vez por ano, é recomendado a realização de uma vistoria para checar se todo o equipamento está funcionando da forma correta.

Além disso, eventualmente, quando as placas ficarem sujas, apenas uma lavagem com água e pano já melhora o seu desempenho.

Mas lembre-se! Para evitar problemas com sua usina solar, procure adquirir as placas com uma empresa de confiança no mercado!

Quando bem cuidado, os sistemas fotovoltaicos mantem 100% de eficiência em um período próximo de 25 anos!

Vantagens da energia solar residencial

Sem dúvidas, a energia solar é uma ótima opção para todos os tipos de consumidor!

Além de ser uma tecnologia de fácil instalação e manutenção, ela valoriza o imóvel, contribui para o meio ambiente e pode ser um investimento de rápido retorno financeiro!

Vale relembrar: com as placas, o usuário dessa tecnologia poderá zerar seu consumo de energia proveniente da rede local, alcançando uma economia de até 95% nas despesas com eletricidade.

Caso opte por usar também as baterias, quem produz energia solar não paga a taxa mínima da conta de luz, aumentando ainda mais a economia a longo prazo!

Posso usar a energia solar também em meu apartamento?

Caso haja espaço para a instalação das placas, de forma que elas consigam captar a luz do sol de forma efetiva, qualquer lugar pode produzir sua própria energia fotovoltaica!

Procure por coberturas, lajes ou telhados. Esses costumam ser ótimos lugares para a instalação dos painéis!

Quanto custa a energia solar residencial?

Além dos equipamentos já mencionados, como o inversor e as placas, é preciso adquirir os cabos e elementos de fixação, que também são essenciais para o funcionamento do sistema.

Mas não se preocupe! O custo desses elementos básicos é baixo!

Já o valor da instalação do sistema vai variar bastante de acordo com a propriedade.

Locais de difícil instalação, como telhados mais altos, por exemplo, fazem o custo da obra ser elevado.

Na imagem a seguir, podemos ver o valor médio do investimento inicial para diferentes demandas de produção. Ao lado temos a economia por mês que será realizada.

Perceba que o retorno do valor inicial é realizado em no máximo 5 anos para todos os casos!

Custo energia solar

 

Quem usa uma usina solar pensando na economia financeira, adora o sistema por esse motivo!

Você realiza um investimento inicial com rápido retorno para o seu bolso e se livra permanentemente dos gastos com conta de luz.

Quem não gostaria de produzir a própria energia sustentável e se livrar de vez das bandeiras tarifárias que aumentam constantemente, além de adquirir uma tecnologia inovadora que valoriza qualquer imóvel?

Casa que utiliza energia solar

 

Como saber se a energia solar é ideal para minha residência?

Não se preocupe! Com certeza, a instalação da usina de produção de energia solar em sua casa lhe trará inúmeras vantagens!

Para facilitar sua decisão em investir na construção de uma usina solar, a SolarChio - maior empresa de soluções em energia solar do estado da Bahia – preparou a ferramenta perfeita para você.

Clicando aqui, será possível analisar as suas necessidades e obter o orçamento ideal! Descubra agora quanto custará o seu investimento nessa tecnologia promissora!