Atualmente, utilizando as placas solares, somos capazes de produzir energia limpa a partir da luz do sol que chega ao nosso planeta.

Essa energia é absorvida pelas placas e transformada em corrente elétrica contínua (CC) através de um fenômeno conhecido como efeito fotovoltaico. Conheça mais sobre a energia solar fotovoltaica.

Caso não saiba, a corrente elétrica que está presente nos circuitos de nossas casas e sistemas de transmissão de energia é uma corrente elétrica alternada (CA).

Diferentemente da corrente elétrica continua (CC), que em um circuito sempre flui no mesmo sentido (do polo negativo - para um polo positivo + de uma bateria ou gerador), a corrente elétrica alternada (CA) varia o sentido do seu fluxo.

 

A ampla utilização da corrente alternada se deu por conta dela possibilitar vantagens econômicas para o transporte de energia em nossos sistemas de transmissão, pois ela oferece menor perda energética.

O aparelho que é usado em sistemas fotovoltaicos com a finalidade de transformar a corrente elétrica continua (CC), que sai das placas solares, em corrente alternada (CA) é o inversor solar.

O que é o inversor solar?

O inversor solar é o equipamento elétrico que é usado em sistemas de produção de energia fotovoltaica e tem a função de transformar a corrente contínua que sai das placas em corrente alternada, possibilitando seu amplo aproveitamento.

Esse dispositivo, além de ser um ondulador – responsável por transformar uma corrente contínua no tempo (CC) em uma oscilante (CA) - também protege o sistema elétrico de quedas de energia e é fundamental para medir a eletricidade que é produzida.

Onde o inversor solar é instalado?

O inversor é preferencialmente instalado em locais longe de umidade e calor excessivo.

Em residências, costuma ser ligado próximo ao quadro de luz central, responsável por distribuir a energia pelo circuito do imóvel.

Em usinas comerciais, industriais ou de geração distribuída, é comum o inversor ter uma sala própria, onde o proprietário pode acompanhar o desempenho da produção mais detalhadamente.

Quais são os principais tipos de inversores utilizados em sistemas fotovoltaicos?

Existem tanto inversores para sistemas conectados a rede (on grid) quanto para os sistemas autônomos (off grid), podendo variar quanto ao tamanho e capacidade de placas supridas.

Essa variedade permite diferentes projetos de usinas sustentáveis! Acompanhe:

Inversor solar off grid

Esse é o inversor usado em sistemas fotovoltaicos off grid, ou seja, sistemas autônomos que utilizam baterias para armazenar a energia produzida nas placas solares.

O usuário desse aparelho não conecta sua usina ao sistema de transmissão da rede local e pode produzir eletricidade em qualquer lugar que quiser desde que haja incidência de luz do sol!

Aqui, os painéis fotovoltaicos são conectados a um controlador de carga responsável pelo gerenciamento da corrente elétrica que alimenta a bateria e o inversor.

Os inversores autônomos não podem ser usados em sistemas conectados à rede (on grid) por não conseguirem interagir com o sinal de corrente alternada que chega da distribuidora.

Além disso, realizar a ligação de um inversor off grid à rede elétrica pode causar explosões! A manutenção de equipamenos eletricos perigosos deve ser feita por pessoal especializado!

Inversor solar grid tie (on grid)

O inversor solar on grid ou grid tie é o modelo mais comercializado no mundo, sendo utilizado para conectar  usinas fotovoltaicas residenciais, empresarial ou ate industriais à rede elétrica da distribuidora.

Esse dispositivo consegue interagir com o sinal senoidal (sinal oscilante) da corrente alternada presente na rede, além de ser projetado para defender o sistema elétrico local de quedas de tensão vindas da distribuidora.

Caso haja um apagão, o dispositivo desliga rapidamente protegendo os componentes mais sensíveis do sistema.

O inversor da imagem acima - chamado de Inversor string (String Inverter) - representa mais de 50% dos dispositivos usados no mercado e permite que você ligue cerca de 99% dos aparelhos eletrônicos na tomada!

Inversor Solar Híbrido

O inversor solar híbrido é aquele que te permite operar tanto conectado quanto desconectado da rede. Ele funciona como um “2 em 1“ dos mencionados anteriormente, porém conta também com outras vantagens.  

Além dos benefícios que os inversores on grid e off grid proporcionam, o inversor híbrido te permite programar horários para injetar energia na rede. Essa vantagem faz com que seja possível economizar ainda mais caso o usuário injete energia em horários que haja pouca produção.

Inversor string (String Inverter)


Os inversores string, também conhecidos como string inverters, são amplamente utilizados em residências ou pequenas indústrias, alocados em sistemas de:

  • Microgeração: usina de energia renovável conectada à rede com potência de até 75 KW.
  • Minigeração: usina de energia renovável conectada à rede com potência entre 75 KW e 5 MW.

Vale ressaltar que, a fim de suprir a demanda energética de um local, é possível associar diferentes inversores grid tie, obtendo, assim, cada vez mais potência.

Mas lembre-se: o manuseio de equipamentos elétricos de sistemas desse porte podem oferecer riscos à saúde. Portanto, contate uma empresa com funcionários qualificados para te atender!

Inversor solar central

Dentre todos os inversores, os inversores solares centrais são os modelos de maior porte. Seu uso se dá em grandes usinas que operam utilizando de centenas a milhares de painéis solares, como indústrias ou condomínios.

Os inversores centrais apresentam maior custo beneficio e sua instalação pode ser mais simples quando se comparados com os inversores de menor porte como os Grid Tie.

Uma desvantagem do uso de inversores centrais é que, caso haja algum problema que comprometa o funcionamento de uma parte da usina, todo o sistema será afetado, prejudicando a produção de energia.

Micro inversor

O micro inversor solar é um inversor projetado para operar juntamente a um ou dois painéis fotovoltaicos.

Suas dimensões reduzidas permitem que seja possível converter a corrente contínua para corrente alternada individualmente em cada placa, viabilizando o uso dos módulos em ainda mais projetos sustentáveis.

Vale lembrar que, usinas montadas em apenas uma orientação espacial, com sombras sobre uma parte das placas, terão sua produção afetada drasticamente. Esse problema fez com que o micro inversores se tornassem uma ótima opção em vários projetos.

Assim, os micro inversores são muito úteis em caso de sombreamento, quando a produção do sistema fotovoltaico é comprometida, ou em projetos envolvendo telhados irregulares.

Quanto à sua potência, os micro inversores são aqueles com menor capacidade (sempre abaixo de 1000W) e são comumente encontrados no mercado com potências de 900W, 600W e 300W.

O que é mais importante na escolha de um inversor solar?

Dois aspectos importantes de se verificar antes de comprar um inversor solar é a eficiência do equipamento, bem como a sua confiabilidade!

A eficiência do inversor garante que ele supra a necessidade imposta pela dimensão da usina. Ou seja: garante que ele vá transformar toda a energia que sai das placas em corrente alternada sem problemas.

É importante prestar atenção também quanto à confiabilidade do dispositivo. O inversor é essencial para que seja possível utilizar o sistema fotovoltaico, e caso haja alguma falha, o usuário ficará sem energia.

Qual é o principal fabricante de inversor de energia solar?

Dentre as opções do mercado, nós selecionamos para você três marcas de inversores confiáveis para realizar o seu projeto!

Conheça mais sobre energia solar

Se deseja entender melhor sobre a energia solar, acesse nosso blog! Ele contém inúmeros artigos a respeito desse tema.

Caso tenha interesse em adquirir uma usina solar e deseja saber de quanto deverá ser o seu investimento, a SolarChio - maior empresa de soluções em energia solar do estado da Bahia - preparou a ferramenta perfeita para você!

Clicando aqui, será possível analisar suas necessidades e obter o orçamento ideal!

Descubra agora quanto custará para começar a aproveitar as vantagens dessa tecnologia tão promissora!